Seu navegador não suporta javascript!

Ministério de Minas e Energia

Leilão de Cobre e Ouro de Bom Jardim de Goiás 

Home > Projetos > Leilão de Cobre e Ouro de Bom Jardim de Goiás

Andamento do projeto

Estudos

Consulta Pública

Acórdão TCU

Edital

Leilão

Pagamento

Contrato

15/04/2018.
29/05/2020 a 29/06/2020.
18/11/2020.
30/11/2020
3º Tri/22 - Julho
  • Concluído
  • Em andamento
  • A realizar
  • SETOR

    Mineração

  • TIPO DE ATIVO

    Ativo Existente

  • MODELO

    Cessão de Títulos Minerários

  • Status do Projeto

    Em andamento

  • TIPO DE INICIATIVA

    Estatal

  • UF

    Goiás.

  • CAPACIDADE

    52 kt de concentrado 27% Cu Eq (aproximadamente 21,6 milhões de libras de cobre e 1,76 milhões de libras de cobalto)

  • INVESTIMENTO CAPEX

     R$ 63.300.000,00

  • INVESTIMENTO OPEX

     -

  • ÓRGÃOS ENVOLVIDOS

    Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM), Ministério de Minas e Energia (MME), Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI) e Tribunal de Contas da União (TCU).

  • PRAZO (ANOS)

    18 meses para pesquisa complementar e 18 meses para desenvolvimento.

  • LICITANTES

    Empresas ou consórcios formados por companhias de mineração ou de pesquisa mineral, nacionais ou estrangeiras.

     

Informações do projeto

 

Qualificados na 1ª Reunião do Conselho do PPI (13/09/2016). O projeto conta com 6.725,40 metros de perfurações realizadas. Investimento CAPEX: R$ 63,3 milhões. 18 meses para pesquisa complementar e 18 meses para desenvolvimento. Acórdão nº 443/2020-TCU-Plenário (Sessão 04/03/2020) concluiu que a alienação de direitos minerários da CPRM configura desestatização e é alcançada pelo rito de fiscalização conforme IN-TCU 81-2018..

  • Situação atual do projeto

    Realizado, em 10/06/2021, o leilão destinado à Cessão de Direitos Minerários para celebração de contrato de promessa de cessão, e, se atendidas as condições do edital e da legislação aplicável, a posterior cessão definitiva dos diretos minerários. Não houve oferta. 

    Histórico/Destaques:

    Qualificados na 1ª Reunião do Conselho do PPI (13/09/2016). O projeto conta com 6.725,40 metros de perfurações realizadas. Investimento CAPEX: R$ 63,3 milhões. 18 meses para pesquisa complementar e 18 meses para desenvolvimento. Acórdão nº 443/2020-TCU-Plenário (Sessão 04/03/2020) concluiu que a alienação de direitos minerários da CPRM configura desestatização e é alcançada pelo rito de fiscalização conforme IN-TCU 81-2018.

    Próximas ações:

     CPRM reavaliou o projeto e decidiu realizar um novo leilão.

Ver outros projetos

  • Oferta Pública de Áreas em Disponibilidade - ANM (4ª Rodada) 1.658 Áreas para Pesquisa Mineral

    Veja Projeto
  • Leilão do Caulim do Rio Capim - Pará (PA)

    Veja Projeto