Projeto META tem cerca de 75% dos projetos iniciados

Recursos do projeto equiparam laboratórios do Cepel

Publicação: 23/11/2015 | 10:44

Última modificação: 25/11/2015 | 13:02

Crédito: MME/Francisco Stuckert

O Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral (Projeto META),  parceria entre o governo federal e o Banco Mundial, tem 75% dos projetos iniciados. Com investimentos de US$ 53 milhões, o Projeto visa a contribuir para aumentar a competitividade e o crescimento econômico sustentável do país,  com a  ampliação e  consolidação de avanços tecnológicos nos setores de energia e mineração. 

Na primeira fase, está prevista a efetivação de 31 ações e subprojetos. Já estão concluídas contratações para pesquisa sobre o consumo de energia no setor e aquisição de equipamentos com tecnologia de ponta na área de infraestrutura de processamento e armazenamento de informações estratégicas. Em fase de execução, estão a aquisição de equipamentos para armazenamento e processamento de dados e imagens geofísicas; contratação de consultoria para elaboração de metodologia para implementação de centrais geradoras hidroelétricas no conceito plataforma; e contratação de obras civis.

Recursos do Projeto Meta foram destinados à aquisição de equipamentos e à complementação das obras de infraestrutura do laboratório de Ultra-Alta Tensão Externo, e também à aquisição de equipamentos para os laboratórios de Medição Fasorial Sincronizada e de Computação Intensiva do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel), vinculado à Eletrobras. Quando concluído, o laboratório de Ultra-Alta Tensão, por exemplo, possibilitará testes de configurações de linhas de transmissão em níveis até  ± 800 kV em corrente contínua e até 1.200 kV em corrente alternada, para longas distâncias. A nova infraestrutura, pioneira na América do Sul, terá papel essencial no apoio às atividades de pesquisa aplicada do Cepel, para vencer os desafios tecnológicos do desenvolvimento de novas concepções de linhas de transmissão de alta capacidade.

Missão

Na semana passada, a Secretaria-Executiva do Ministério de Minas e Energia recebeu a visita de técnicos do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird/Banco Mundial) para realização da segunda missão de acompanhamento do projeto em 2015. Na reunião, foram debatidos questões de execução, como elaboração de termos de referência, editais, licitações, acompanhamento das atividades contratadas, bem como a verificação dos produtos decorrentes destas atividades, além do andamento de execuções física e financeira.

Com previsão de término para junho de 2016, com proposta de prorrogação em andamento de mais 12 meses, o Meta prevê mais uma fase de desenvolvimento de projetos que atenderão áreas de contratação de serviços, consultorias, bens e obras.

O Projeto META atende ao Ministério e aos seguintes executores externos: Departamento de Produção Mineral (DNPM), Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais (CPRM), Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (CEPEL) e Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

 

Assessoria de Comunicação Social
Ministério de Minas e Energia
(61) 2032-5620/5588
ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
twitter: @Minas_Energia