Ministério de Minas e Energia está livre do Aedes Aegypti

Todo o prédio recebeu selo verde. Ações contra o mosquito continuam sem trégua nos próximos meses

Publicação: 11/03/2016 | 09:11

Última modificação: 22/05/2017 | 15:46

Na campanha de combate ao Aedes aegypti, o Ministério de Minas e Energia está vencendo. Todos os pavimentos do edifício, localizado na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, receberam o selo verde na certificação. Isto significa que, no momento das inspeções não foram encontrados focos de larvas no prédio. Tudo indica que o prédio está  livre do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Mas a luta contra o Aedes continua. A campanha de certificação acabou nesta quinta-feira (10/3) depois de  percorrer e examinar locais vulneráveis à existência de criadouros nas salas de trabalho e demais instalações do prédio.

O “Trabalhe sem Zika” começou no dia 23/02 e durante a campanha foram realizadas vistorias em todas as salas do MME. O selo verde foi para os andares nos quais não foram encontradas situações que pudessem servir de criadouro para o mosquito. O selo amarelo seria a certificação dos locais onde existissem situações com risco de alojar os ovos e larvas do Aedes. Selo vermelho, caso fosse constatada a existência de criadouros.

Agentes de Combate

A equipe conhecida como Agentes de Combate – MME, formada por mais de 15 funcionários da limpeza, manutenção predial, manutenção de aparelhos de ar condicionado e brigada,  vistoriou  cada andar do Ministério, de acordo com a programação pré-definida. Foi examinada a limpeza dos equipamentos de ar condicionado, geladeira e frigobar, espaços atrás de cortinas e móveis, tomadas, forros, lixeiras, vaso de plantas, além de banheiros masculinos e femininos para conferir a limpeza dos ralos, tanques, mictórios e lavatórios.

O oitavo andar do Ministério de Minas e Energia – onde está o gabinete do ministro Eduardo Braga – foi o primeiro local considerado livre do mosquito naquela ocasião. Após a apuração da vistoria, Braga certificou o andar atribuindo o selo verde, que foi afixado no hall . Logo em seguida, foi a vez do secretário-executivo Luiz Eduardo Barata participar da entrega da segunda certificação verde do Ministério, no dia 29/02.

 

As ações de limpeza e manutenção do prédio, garagem e entorno da sede do Ministério de Minas e Energia, realizadas diariamente, desde o início da campanha, foram fundamentais para que o prédio não apresentasse nenhum foco do mosquito Aedes Aegypti.

 

Todas as atividades da campanha serão mantidas nos próximos nove meses. Hoje, dia do Evento Nacional de Combate ao Aedes, aproveitando o encerramento do processo de certificação, foi divulgado para todos os servidores do Ministério um Relatório com o balanço das ações realizadas.

As ações no Ministério tiveram início em 28 de janeiro, quando o Ministro Eduardo Braga convocou entrevista coletiva para anunciar o engajamento de todo o setor de energia e mineração na luta contra o mosquito Aedes. Depois, em 29 de janeiro, no dia D de Mobilização dos Órgãos da Administração Pública Federal, quando foram realizados treinamentos e limpeza geral das instalações.

Foram treinados no âmbito do Ministério de Minas e Energia 906 servidores e 155 prestadores de serviços.

Confira o Relatório de Ações MME - Combate ao Aedes Aegyti

Assessoria de Comunicação Social
Ministério de Minas e Energia
(61) 2032-5620/5588
ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia