GT de refino e petroquímica realiza primeira reunião

Publicação: 17/01/2018 | 16:35

Última modificação: 17/01/2018 | 17:44

O secretário de Petróleo e Gás e Biocombustíveis, Márcio Felix, conduziu, nesta quarta-feira (17/01), a primeira reunião do Grupo de Trabalho dedicado a analisar e sugerir ações necessárias ao incentivo de investimentos em atividades dos setores de refino de petróleo e de petroquímica no Brasil.

Márcio falou sobre a importância de estudar o atual cenário com intuito de buscar alternativas de longo prazo para o desenvolvimento do refino de petróleo nacional. O secretário também lembrou que há diversos estudos que mostram o crescimento da economia nos próximos anos, o que reflete diretamente nas projeções do mercado de combustíveis. “O desafio é criar um ambiente que não deixe o refino deficitário frente ao desenvolvimento da produção de petróleo no país. Se for possível criar as medias necessárias, isso pode ajudar descentralizar o desenvolvimento do país”, afirmou.

O GT apresentou o cronograma das próximas reuniões, que prevê a participação de potenciais investidores com o intuito de ampliar o debate, agregar e analisar ações e medidas necessárias à atração de investimentos nas áreas.

Plínio Nastari, representante da sociedade civil no Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), lembrou das diretrizes defendidas pelo o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho: de, por meio, de diálogo e transparência, criar condições regulatórias para atração de investimentos.

O diretor de Departamento de Combustíveis Derivados do Petróleo, Cláudio Akio Ishihara, apresentou as sugestões já coletadas ao longo dos trabalhos do Combustivel Brasil, e que poderão ser tratadas no âmbito do GT: mercado de derivados com preços livres e paridade internacional, acesso à infraestrutura para movimento de petróleo e derivados, segurança regulatória no longo prazo, reaproveitamento de diretrizes do Combustivel Brasil, aprimoramento dos processos de licenciamento ambiental, entre outros.

O GT terá o prazo de até sessenta dias para finalizar os seus trabalhos, quando, então, deverá ser apresentado relatório conclusivo ao CNPE.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério de Minas e Energia
(61) 2032-5620
ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minminaseenergia