Governo destaca parceria entre CPRM e ANM para ampliar o conhecimento do potencial mineral do país

Publicação: 21/05/2018 | 19:22

Última modificação: 22/05/2018 | 18:30

Ouro Preto - A parceria entre o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e a Agência Nacional de Mineração (ANM) para agregar conhecimento geológico ao lote de 20 mil áreas  em disponibilidade  que o governo pretende ofertar ao mercado via leilão eletrônico,  foi citada pela diretora do Departamento de Desenvolvimento Sustentável na Mineração, do Ministério de Minas e Energia, Maria José Gazzi Salum, que representou o Ministério na abertura  do 8º Simpósio Brasileiro de Exploração Mineral, que está sendo realizado em Ouro Preto, Minas Gerais.

Maria José explicou que a parceria permitiu classificar essas áreas de acordo com o potencial mineral e o grau de atratividade. “ A expectativa é disponibilizar, junto com as áreas, fichas técnicas que embasarão os investidores na tomada de decisão”, disse.

 A diretora frisou ainda que a sociedade demanda atividades econômicas alinhadas aos preceitos da sustentabilidade. “ Nos últimos dois anos um conjunto importante de ações foram implementadas com o objetivo de promover a retomada do crescimento da indústria mineral brasileira. ”

Maria José defendeu o aprimoramento da regulação do setor para promover uma gestão eficiente e efetiva do patrimônio mineral do país. Citou como exemplo a desburocratização do setor que levou a criação da ANM e o lançamento este dos editais de licitação de áreas da CPRM inseridas no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

A solenidade de abertura do evento contou com presença do diretor-presidente da CPRM, Esteves Colnago, especialistas do setor e representantes de diversas empresas de mineração.  

 

*Informações da CPRM

 

Assessoria de Comunicação Social
Ministério de Minas e Energia
(61) 2032-5620

ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia