Voltar

Albuquerque vê Brasil e Índia como referências futuras de descarbonização

O Ministério

Albuquerque vê Brasil e Índia como referências futuras de descarbonização

publicado: 27/01/2020 13:48,
última modificação: 07/02/2020 13:47

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse hoje, 27, durante o Fórum Empresarial Brasil – Índia (IBBF), em Nova Délhi, Índia, que, juntos, os dois países “podem ser referências mundiais em economias de baixo carbono, na substituição de combustíveis fósseis e controle de emissões de efeito estufa”.

Albuquerque disse que a extensa agenda cumprida, antes e durante a Visita Oficial do Presidente Jair Bolsonaro ao país, contribuiu para implementar as “relações de cooperação, integração e fomento dos empreendimentos nos setores de energia e mineração entre os dois países”.

Na presença do Presidente Bolsonaro e de toda a Comitiva Oficial presente ao IBBF, Albuquerque discorreu sobre as complementaridades existentes entre os dois países, as áreas potenciais para desenvolvimento de negócios, pesquisas e investimentos e disse “aguardar, ansiosamente, por muito mais comércio e muito mais amizade entre nossos países”.

O Ministro registrou como uma das mensagens mais importantes que recebeu de um investidor indiano, durante a visita, foi “que o Brasil é um país confiável para o investimento estrangeiro, respeita os contratos e garante segurança regulatória”.

Segue a íntegra:

- BOM DIA, SR. PRESIDENTE,

- DISTINTOS REPRESENTANTES DO GOVERNO INDIANO;

- MEUS AMIGOS MINISTROS

  • DISTINTOS REPRESENTANTES DO CONGRESSO NACIONAL; SENADOR LUIZ PASTORE, SENADOR LUIS CARLOS HEINZ, DEPUTADO EDUARDO BOLSONARO E DEPUTADO FILIPE BARROS.

- SENHORAS E SENHORES.

  • ESTOU MUITO FELIZ E ORGULHOSO POR ESTAR AQUI, INTEGRANDO A COMITIVA DO PRESIDENTE BOLSONARO, NA OCASIÃO EM QUE O BRASIL E A ÍNDIA CELEBRAM JUNTOS AS COMEMORAÇÕES DA REPÚBLICA DA ÍNDIA.

  •  ANTECEDENDO ESTA VISITA DE ESTADO, PONTO DE INFLEXÃO NAS RELAÇÕES ESTRATÉGICAS ENTRE ÍNDIA E BRASIL, TIVE A OPORTUNIDADE DE CUMPRIR UMA EXTENSA AGENDA QUE CONTRIBUI PARA IMPLEMENTARMOS AS RELAÇÕES DE COOPERAÇÃO, INTEGRAÇÃO E FOMENTO DOS EMPREENDIMENTOS NOS SETORES DE ENERGIA E MINERACAO ENTRE NOSSOS PAÍSES.

  • DESTACO O “SEMINÁRIO DE NEGÓCIOS SOBRE ‘OPORTUNIDADES EM ENERGIA E MINERAÇÃO NO BRASIL E NA ÍNDIA”, ORGANIZADO PELA EMBAIXADA E PELA APEX, HÁ QUATRO DIAS, NO QUAL TIVE O PRIVILÉGIO DE ESTAR ACOMPANHADO DA MINISTRA TEREZA CRISTINA, DO MINISTRO SINGH, DE ENERGIAS NOVAS E RENOVÁVEIS DA ÍNDIA, E DE VÁRIOS CEOs E REPRESENTANTES DE ALTO NÍVEL DE AMBOS OS PAÍSES.

NESTA OPORTUNIDADE, RECEBI IMPORTANTES MENSAGENS, UMA DAS QUAIS GOSTARIA DE DESTACAR NESTE MOMENTO, VINDA DE UM INVESTIDOR INDIANO NO BRASIL, QUE DISSE AGUARDAR ANSIOSAMENTE POR MUITO MAIS COMÉRCIO E MUITO MAIS AMIZADE ENTRE NOSSOS PAÍSES, E QUE O BRASIL É UM PAÍS CONFIÁVEL PARA O INVESTIMENTO ESTRANGEIRO, RESPEITA OS CONTRATOS E GARANTE A SEGURANÇA REGULATORIA. QUE, COMO INVESTIDOR, SE SENTIA, TAMBÉM, COMO UM NACIONAL NO BRASIL.

 

SENHOR PRESIDENTE,

 

O POLÍTICO E O SETOR PRIVADO FALAM A MESMA LÍNGUA QUANDO SE REFEREM AO BRASIL. A CONCLUSÃO É CLARA: OS INVESTIDORES NO BRASIL, PARTICULARMENTE A ÍNDIA, VÊEM COERÊNCIA ENTRE POLÍTICA PÚBLICA E REGULAÇÃO NO AMBIENTE DE NEGÓCIOS NO BRASIL.

 

PRESIDENTE, O QUE MAIS PODERÍAMOS TER ESPERADO DA SUA VISITA DE ESTADO À ÍNDIA?

 

- APRESENTAR NOSSAS EVIDENTES COMPLEMENTARIDADES QUE DARÃO AS BASES PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO DE NOSSAS NAÇÕES. PERMITAM-ME MOSTRAR ALGUMAS DELAS:

 

  • EM 1O LUGAR, SOMOS ECONOMIAS COM OPORTUNIDADES CONSIDERÁVEIS PARA INVESTIDORES. ESTAMOS ENTRE AS DEZ MAIORES ECONOMIAS DO MUNDO.

  • EM 2O LUGAR, O PRINCIPAL ITEM DE EXPORTAÇÃO DA NOSSA PAUTA COMERCIAL COM A ÍNDIA E O PETRÓLEO, E HÁ ESPAÇO PARA MUITO MAIS!

  • EM 3O LUGAR, O BRASIL É O MAIOR PRODUTOR DE ETANOL DE CANA-DE-AÇÚCAR, ENQUANTO A ÍNDIA POSSUI A MAIOR INDÚSTRIA DE AÇÚCAR DO MUNDO. É HORA DE UNIRMOS NOSSOS ESFORÇOS E FORÇAS PARA TORNAR FINALMENTE O ETANOL UMA COMMODITY GLOBAL.

  • QUANTO AO SETOR ELÉTRICO, NOSSA CAPACIDADE INSTALADA DE ELETRICIDADE, DE 170 GW, DEVERÁ CRESCER EM 44% NOS PROXIMOS 10 ANOS. A MAIOR PARCELA DOS INVESTIMENTOS INDIANOS É NO SETOR ELETRICO E EM LINHAS DE TRANSMISSÃO NO BRASIL.

  • JA O SETOR DE MINERAÇÃO É CENTRAL PARA O FUTURO DOS NOSSOS PAÍSES. ENQUANTO A ÍNDIA EXPLORA NOVENTA E CINCO DIFERENTES MINÉRIOS E TEM UM DOS SERVICOS GEOLÓGICOS MAIS ANTIGOS DO MUNDO, O BRASIL PRODUZ CERCA DE 80 COMMODITIES MINERAIS, QUE OCUPAM APENAS 0,6% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO.  TEMOS MUITO O QUE APRENDER E COOPERAR NESSA AREA.

SENHORAS E SENHORES,

 

  • O CRESCIMENTO ECONÔMICO DO BRASIL ESTÁ ACELERANDO E TEREMOS QUE ATENDER AO AUMENTO DA DEMANDA DE ENERGIA EM CERCA DE 4% AO ANO, NOS PRÓXIMOS DEZ ANOS. DE CERTA FORMA, ESTAMOS RECEBENDO SINAIS DE QUE VAMOS NO CAMINHO CERTO.

  • DE ACORDO COM A CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE COMÉRCIO E DESENVOLVIMENTO (UNCTAD), O BRASIL FOI O 4o. DESTINO DE INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS NO ANO PASSADO. PARTICULARMENTE, NO SETOR DE ENERGIA.

  • O DESAFIO CONTÍNUO DO BRASIL É EXPANDIR A MATRIZ E GARANTIR A UNIVERSALIZAÇÃO E A SEGURANÇA ENERGÉTICA, PROMOVENDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. PARA ATINGIR ESSE OBJETIVO, INVESTIREMOS AINDA MAIS NA DIVERSIFICAÇÃO DE NOSSAS FONTES DE ENERGIA, PARTICULARMENTE ELEVANDO A PARTICIPAÇÃO DE FONTES RENOVÁVEIS PARA 48% NOS PRÓXIMOS DEZ ANOS.

  • JÁ NO SETOR DE PETRÓLEO E GÁS, O PLANEJAMENTO E A REALIZAÇÃO DAS OFERTAS DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO, JUNTAMENTE COM A QUALIDADE E O ALTO ÍNDICE DE PRODUTIVIDADE DOS NOSSOS CAMPOS, LEVARÁ O BRASIL A SER UM DOS CINCO MAIORES EXPORTADORES E PRODUTORES DE PETRÓLEO E GÁS DO MUNDO NOS PRÓXIMOS 10 ANOS.

  • ENTENDEMOS QUE, NATURALMENTE, HAVERÁ UMA MAIOR PRESENÇA DAS EMPRESAS INDIANAS NESSE IMPORTANTE SEGMENTO DE NOSSA ECONOMIA.

  • O MUNDO VIVE A SUA TRANSIÇÃO ENERGÉTICA. NA REALIDADE, NOSSA EXPERIÊNCIA INICIOU-SE NOS ANOS 1970 DO SÉCULO PASSADO, QUANDO INVESTIMOS EM PROGRAMAS DE HIDRELÉTRICAS, BIOCOMBUSTÍVEIS E ENERGIA NUCLEAR.

  • HOJE, PODEMOS DIZER QUE SOMOS REFERÊNCIAS MUNDIAIS NO SETOR DE BIOCOMBUSTÍVEIS. A MISTURA DE ETANOL NA NOSSA GASOLINA É DE 27% E, NO DIESEL, DE 11%, E ALCANCARÁ 15% EM 2023. FRUTO DOS MEMORANDOS DE ENTENDIMENTOS ASSINADOS, JÁ TEMOS UM PLANO DE TRABALHO PARA REALIZARMOS COOPERAÇÃO NO ÂMBITO TECNOLÓGICO E DE POLÍTICAS PÚBLICAS, NO SENTIDO NÃO SOMENTE DA UTILIZAÇÃO DOS BIOCOMBUSTÍVEIS, MAS NOS SEUS BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE NAS POLÍTICAS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE.

  • ACREDITAMOS QUE, JUNTOS, PODEREMOS SER REFERÊNCIAS MUNDIAIS EM ECONOMIAS DE BAIXO CARBONO, NA SUBSTITUIÇÃO DE COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS E CONTROLE DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA.

  • O SETOR NUCLEAR TEM UM IMPORTANTE PAPEL NA TRANSIÇÃO ENERGÉTICA E CONTINUARÁ SENDO UMA PRIORIDADE PARA O BRASIL. TEMOS VANTAGENS ÚNICAS NESSA ÁREA. DOMINAMOS O CICLO DO COMBUSTÍVEL NUCLEAR; POSSUÍMOS GRANDES RESERVAS DE URÂNIO E PRETENDEMOS SER ATORES RELEVANTES NO MERCADO DE COMBUSTÍVEL NUCLEAR. NESSE SENTIDO, ESTAMOS PROMOVENDO A ABERTURA DA MINERAÇÃO DE URÂNIO E DO INVESTIMENTO EM GERAÇÃO NUCLEAR, EM PARCERIA COM O SETOR PRIVADO. 

A MINERAÇÃO SE CONFUNDE COM A PRÓPRIA HISTÓRIA DO BRASIL E É DE IMPORTÂNCIA FUNDAMENTAL PARA O SEU FUTURO. HOJE, REPRESENTA 4% DO PIB E CERCA DE 21% DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS. FRUTO DO MEMORANDO DE ENTENDIMENTO COM A ÍNDIA, VAMOS AUMENTAR O CONHECIMENTO GEOLÓGICO, EXPANDIR AS APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS E AGREGAR VALOR AO SEGMENTO - O QUE PROPORCIONARÁ OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTOS EM MINERAIS ESTRATÉGICOS, COMO NIÓBIO, URÂNIO, TERRAS RARAS, ENTRE OUTROS.

 

 SENHORAS E SENHORES,

 

- AS PROJEÇÕES SÃO CLARAS. QUANDO SE TRATA DE ENERGIA E MINERAÇÃO, BRASIL E ÍNDIA ESTÃO DESTINADOS A TRABALHAR JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO DE SUAS SOCIEDADES.

  • - NA ÁREA DE ENERGIA, NENHUM OUTRO PAÍS CRESCERÁ MAIS RÁPIDO DO QUE A ÍNDIA. O BRASIL TAMBÉM ESTÁ CRESCENDO EM RITMO ACELERADO. E NÓS, DE CERTA FORMA, COMPARTILHAMOS O MESMO DNA. PRECISAMOS NOS UNIR AINDA MAIS.

  • DEFINITIVAMENTE PRECISAMOS APRENDER MAIS UM SOBRE O OUTRO. QUANTO MAIS NOS CONHECERMOS, MAIORES OPORTUNIDADES SURGIRÃO.

  • ACREDITAMOS QUE, COM A ÍNDIA, PODEREMOS OFERECER AO MUNDO UM EIXO DE DESENVOLVIMENTO DINÂMICO, INOVADOR E PRODUTIVO.

- UMA ERA PROMISSORA NOS SETORES DE ENERGIA E MINERAÇÃO SE APROXIMA PARA NOSSOS PAÍSES.

Assessoria de Comunicação Social

Ministério de Minas e Energia

(61)2032-5620
ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia